News
Materiais E Sugestões De Estudos Pra Jornalistas Concurseiros - colabella Materiais E Sugestões De Estudos Pra Jornalistas Concurseiros

colabella — Materiais E Sugestões De Estudos Pra Jornalistas Concurseiros


Fazer Estágio No último Ano é Suficiente, Diz Vice-reitora Da FEI


Pense passar anos distante do colégio, regressar, e, com menos de 8 meses de estudo, ser aprovada em Medicina numa das universidades federais mais concorridas do povo? É essa o caminho de Tainá Rocha, neste instante caloura da Universidade Federal do Ceará (UFC) e dona de uma média de 819,3 pontos no Enem.


A estudante de 23 anos desistiu do curso de Engenharia de Energias Renováveis, depois de 4 anos - faltando só um ano para se formar -, para deslocar-se atrás do sonho: ser médica. E Tainá conseguiu fazer esse sonho em grande tipo: além da aprovação, ela foi uma das 104 pessoas que tirou nota máxima pela redação do Enem.




  • Revisar as anotações


  • 8- PERDER TEMPO No decorrer da PROVA


  • Cleitom gomes dos santo disse: 26/07/12 ás 17:Dezoito


  • Acesse outras conteúdo sobre este assunto escrito curso de digitação online .
  • Eu estou com sono pelo motivo de demorei a dormir essa noite




Sem demora, resta a pergunta: como, após tantos anos remoto do cursinho e do ensino médio, Tainá conseguiu uma aprovação tão difícil em tão insuficiente tempo? A resposta está na diferença entre seu segredo de estudos de prontamente e o de anos atrás. continuar lendo isso.. , desta vez ela soube “estudar de forma inteligente”.


“No terceiro ano, eu era mais nova, mais imatura. Dessa vez, me esforcei de forma pragmática, não desperdicei tempo”, explica. Tainá mapeou os conteúdos em que tinha pouca familiaridade, como filosofia e sociologia, e explorou bem os que sabia melhor, como as disciplinas de exatas. Ela conta que, quando estava no ensino médio, achava que o vestibular era um bicho de 7 cabeças e que, para ser aprovada, dependeria muito da sorte.


“Desta vez, eu entrei no cursinho com uma cabeça inteiramente desigual. Sabia o que eu queria e fiquei bem mais focada, sem esquentar muito com as pequenas coisas e, principalmente, sem abrir mão do meu descanso”, explica. curso de digitação este ponto, a experiência anterior na escola a ajudou. Sua rotina consistiu em aulas de manhã, no cursinho Ari de Sá, em Fortaleza (CE), e estudo à tarde, em moradia.


No total, aulas mais estudo individual somavam 10 horas diárias. “Foquei em definir vários exercícios e construir uma base de humanas, especialmente para a redação. veja mais que achava significativas e que poderia decorar pra usar na redação, se fosse preciso e tivesse a acompanhar com o conteúdo que fosse cobrado”, conta. Ela assim como diz que procurou se aprofundar em assuntos variados de todas as disciplinas, bem como visando a redação, prova que considera a mais respeitável de todo o diagnóstico.

© colabella 29 Nov 2018 11:56 am